sábado, 6 de outubro de 2012

Pastoral



“SIM, SOU PROTESTANTE!!!!”
A menos que vocês provem para mim pela Escritura e pela razão que eu estou enganado, eu não posso e não me retratarei. Minha consciência é cativa à Palavra de Deus. Ir contra a minha consciência não é nem correto nem seguro. Aqui permaneço eu. Não há nada mais que eu possa fazer. Que Deus me ajude. Amém.Martinho Lutero.                                                
Amados, esta fala acima é de um dos maiores ícones da reforma protestante, seu nome: MARTINHO LUTERO. Ele, assim como muitos antes, durante e depois de seu tempo, e diante de uma geração corrupta e decadente, foi induzido, ameaçado, condicionado a negar sua fé, pois do contrário seria tido como herege, e uma bula papal declararia sua morte na fogueira (caça as bruxas, infiéis, agitadores, etc. – segundo o conceito da Igreja católica da época), autorizando qualquer pessoa a executar a lei determinada pelo papa. A grosso modo poderíamos dizer: “Lutero, para de dizer que salvação somente em Jesus Cristo, e para de falar que a Bíblia é a única regra de fé e prática, senão isso não vai acabar bem prá você!” diante das grandes ameaças que sofreu de assassinato, o que o impossibilitava de andar tranquilamente pelas ruas Alemãs, e sendo convidado pelo próprio papa para se retratar sobre suas palavras e seus escritos (livros), ele afirmou as palavras acima (ler novamente), com isso não se acovardando, mas, nos ensinando o valor de ser protestante. O apóstolo são Paulo afirmou: “pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do Judeu e também do Grego. Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho de fé em fé, como está escrito: o justo viverá por fé” – Rm.1.16,17(esses versículos provocaram a conversão de Martinho Lutero). Será que em nossos dias (também corruptos), nós os cristãos podemos ser conhecidos também como “protestantes”, pois esses, não se conformam com outra fala de salvação senão - Jesus Cristo, e ainda afirmam ser falsas e perigosas qualquer afirmação contrária. Os protestantes diante de tantas leis e regras (muitas boas e outras nem tanto) tem a Bíblia como regra de prática e fé em suas vidas, e dizem não a qualquer sistema de governo ou leis que dizem o contrário. Os protestantes são aqueles que andam na contramão da história. Enquanto a maioria do povo faz coisas para se beneficiar, os protestantes agem no sentido de honrar e glorificar a Deus, mesmo que isso lhes cause transtornos e perdas. Ora se você é um Cristão logo você também é um protestante, e sendo assim, comece a levantar a voz na sua família, no seu trabalho, na escola, junto aos amigos e seja mais uma voz que clama no deserto, entregue sua vida a Jesus Cristo, e como ele se entregou por você, entregue-se a ele em retidão de palavras e ações. Quando questionado então responda prá quiser ouvir: “Sim, sou protestante!!!, amém !, que Deus continue a nos abençoar. Rev. Deneval Naves Carneiro (colaborador de “ocrepusculopb.blogspot.com.br”)