quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O Poder do pecado

Recentemente a mídia tem ocupado muito do seu espaço para noticiar os escândalos cometidos por personagens de notável influência na política, nos órgãos públicos e no meio empresarial do Brasil. É bem verdade que fatos negativos que envolvem  personagens influentes acontecem em qualquer parte do mundo, contudo, no Brasil, parece-nos que a situação já chegou ao nível do descontrole. É que, quando menos se espera, surge uma notícia de corrupção e desvio de conduta.  Há poucos dias vimos um desses personagens saindo da prisão para se internar em um estabelecimento hospitalar para tratamento da saúde. Os médicos, através de boletim, informaram que o paciente estava com seu estado físico debilitado, pelo que precisariam de alguns dias para reabilitar o doente, contudo, o que mais os preocupavam era o estado emocional e psíquico do paciente. Este se encontrava confuso, deprimido, alternando momentos de grande euforia e depressão. Pois bem! Aproveitando esta triste notícia quero fazer com você uma reflexão acerca do PODER DO PECADO. E vou logo indagando: tem de fato o pecado poder sobre as pessoas? Se ele tem poder sobre as pessoas, onde ele as atinge? Quero lhe responder com base na Bíblia, a Palavra de Deus, senão vejamos: A Bíblia diz que todos pecaram, sem exceção. Rm 3:23 - "todos pecaram e carecem da glória de Deus".  Davi, no Salmo 51:5 assim diz: "Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe."  O evangelista João, referindo-se a uma palavra de Jesus, assim escreveu: João 8:34 -"replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado". Portanto, meus queridos, o pecado é uma realidade na vida do homem (gênero), não havendo a menor possibilidade de negarmos isso. E, mais, todo o que vive no pecado é escravo do pecado. Muitos, porém, confundem pecado, corrupção e outros desvios de comportamento, com sucesso e prosperidade. Adquirir muitos bens e ser influente pode significar para muitos o mesmo que ser "bem-sucedido" e ser "próspero". E, em busca desta "prosperidade",  muitos se perdem. Muito se afundam no pecado. O pecado, sendo uma realidade, tem poder para atingir o homem: no seu físico: Davi, mais uma vez, referindo-se ao pecado, e, agora, no tocante ao seu próprio pecado, assim diz: Salmo 32:3-4 -"Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos constantes gemidos todo dia". "Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor se tornou em sequidão de estio."Sim, o pecado atinge o homem no seu físico a ponto de levá-lo a morte. Mas o pecado atinge o homem, também, na sua alma. O profeta Ezequiel, falando da parte de Deus a respeito da responsabilidade pessoal, assim disse: "Veio a palavra do Senhor, dizendo: A Alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai, a iniquidade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a perversidade do perverso cairá sobre este."(Ez 18: 1 e 20). Isso quer dizer que cada um dará conta de si  no dia do juizo. O pecado não só debilita o físico mas fere a alma com dardos inflamáveis. O pecador experimentará, inexoravelmente, a força do pecado sobre a sua alma a ponto de vê-la abatida. Finalmente, o pecado atinge o homem no seu psíquico. O apóstolo Paulo, em sua segunda epístola aos Corintios diz: "Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza  devidas a Cristo."(II Co 11:3) Ainda, em sua segunda carta endereçada a Timóteo, Paulo trata dos males e as corrupções dos últimos dias, asseverando: "Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus........E, do modo por que Janes e Jambres resistiram a Moisés, também estes resistem à verdade. São homens de todo corrompidos na mente, réprobos quanto à fé." (II Tim 3: 1 a 4 e 8). Vejam, portanto, a atualidade da Palavra de Deus. Aplicável ao homem de ontem e de hoje. A corrupção nos dias de hoje não é menor do que nos dias de Sodoma. O homem sem Deus continua escravo e a mercê do pecado; com a sua mente corrompida. Somente o poder transformador e regenerador do Espírito Santo de Deus é capaz de mudar a história de tantos personagens, conhecidos ou não, influentes ou não. "Quanto a vós outros, todavia, ó amados, estamos persuadidos das coisas que são melhores e pertencentes à salvação, ainda que não falamos desta maneira". (carta aos Hebreus 6:9). Só há um poder capaz de sobrepor o poder do pecado: o poder Regenerador do Espírito Santo de Deus. Pb. Hely