domingo, 23 de julho de 2017

Uma terra restaurada

A Terra será restaurada


Resultado de imagem para imagem da natureza belaUm tema de alta relevância que tem sido destaque nos fóruns de discussão ou assembleias é o conservacionismo  focado no meio ambiente. De fato, a proposta dos ambientalistas está mais do que em "voga, chegando a constituir-se num estilo de vida para aqueles que estão diretamente ligados ao tema. E o cerne da proposta é: preservação do meio ambiente, dos recursos naturais e das plantas. Os ecologistas, sobremaneira preocupados com as questões ambientais, estão sempre a nos alertar da necessidade de se utilizar corretamente os elementos da natureza, de  manter-se o equilíbrio através da aprendizagem e interação com o meio ambiente. Tudo isso, podemos afirmar: visa a promoção da prosperidade da humanidade.Tudo isso parece novo e, de fato, é novo para muitas pessoas. Mas a preocupação com o meio ambiente, com o belo e com o perfeito, é antigo. Deus já se preocupou com isso. E a prova de que Deus já se preocupou com as questões ambientais está nos registros Bíblicos, senão vejamos: 

"No princípio criou Deus os céus e a terra".(Gn 1:1)  

 "E disse Deus: Produza a terra relva, ervas que deem semente, e árvores frutíferas que, segundo as suas espécies, deem fruto que tenha em si a sua semente, sobre a terra.
 E assim foi."(Gn 1:11)
   
" A terra, pois, produziu relva, ervas que davam semente segundo as suas espécies, e árvores que davam fruto que tinha em si a sua semente, segundo as suas espécies.
 E viu Deus que isso era bom".(Gn 1:12)
o destaque é nosso   

Pois bem! No soberano conceito de Deus a sua obra estava perfeita, eis que tudo era bom. E, assim,


"Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para mantimento".(Gn 1:29)
   
"E a todos os animais da terra, a todas as aves do céu e a todo ser vivente que se arrasta sobre a terra, tenho dado todas as ervas verdes como mantimento.
 E assim foi".(Gn 1:30)
   
 "E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. 
E foi a tarde e a manhã, o dia sexto". (Gn 1:31)

Concluída toda a obra da criação, viu Deus que tudo era muito bom. Depois, outorgou domínio ao homem sobre a obra da criação.




 "Então plantou o Senhor Deus um jardim, da banda do oriente, no Éden; 
e pôs ali o homem que tinha formado".(Gn 2:8)

"Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden 
para o lavrar e guardar".(Gn 2:15)

Vê-se, pois, que ao homem foi dado o direito de desfrutar de tudo quanto fizera parte da criação de Deus, no entanto, exigiu-se-lhe do homem a responsabilidade de cuidar e guardar.

Acontece que, com a entrada do pecado no mundo, a mente e o coração do homem foram terrivelmente corrompidos, de forma que, agora, obstinado à desobediência e à prática do mal, passou a viver segundo suas próprias inclinações. O resultado todos nós já conhecemos: ao longo da história o que era belo, harmônico e perfeito, passou a sofrer transformações pela ação do homem. E, não faz muito tempo, experimentamos no Brasil um terrível desastre ecológico na região de Minas Gerais. Na verdade, uma tragédia que devastou as margens do Rio Doce e contaminou suas águas, com severas consequências e prejuízos ecológicos incalculáveis. É a ação do homem.

Mas até quando estaremos sujeitos a esse tipo de desordem natural vendo a ganância das grandes empresas sobrepor o interesse da sociedade com consequências desastrosas como essa e outras mais? Creio firmemente que só veremos restabelecida a ordem natural das coisas, com equilíbrio e respeito à natureza, ao belo, ao que Deus criou e entregou ao homem, com a restauração proveniente do próprio Criador de todas as coisas.

Esse momento escatológico virá para o bem de todos quantos amam e esperam a vinda do Senhor Jesus.

O novo céu e nova terra é uma promessa ensinada nas Escrituras. 

Desde o Antigo Testamento até o Novo Testamento esta doutrina se faz presente nas Escrituras Sagradas. Ocorrerá, sim, uma renovação cf. citado em Apocalipse 21:1 

"Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira 
terra passaram, e o mar já não existe" (Ap 21:1).

E há uma grande expectativa cf. registro do Apóstolo Paulo:  

a natureza criada aguarda, com grande expectativa,
 que os filhos de Deus sejam revelados(Rm 8:19). 

Isso quer dizer que toda a criação será

"libertada da escravidão da decadência em que se 
encontra para a gloriosa liberdade dos filhos de Deus." (Rm 8:21) . 

A criação será libertada dos efeitos do pecado. 

Aí, sim, tudo estará renovado. 

Que bênção poder crer nisso! Olhando para a verdade bíblica e para a esperança que ela me dá, de um dia ver tudo restaurado, outra vocação não tenho, senão, filiar-me à corrente de todos aqueles que podem ser chamados "conservacionistas". É meu dever preservar, dentro das minhas possibilidades, o meio ambiente e os recursos naturais. É meu dever olhar com olhar de simpatia, mas também de misericórdia, todos os viventes criados por Deus, sejam eles da espécie humana ou não. De maneira similar, posso estar vocacionado e filiado à corrente do conservadorismo, haja vista que, a atitude conservadora é mantida por um conjunto de sentimentos e, por isso, o conservacionista é também um conservador. E você? De que lado está?