sábado, 13 de abril de 2013

Droga x Droga = Droga


Copos de porto ou vinho de sobremesa

Estatísticas mostram que o consumo de bebida alcoólica mata 47 pessoas por dia no Brasil. O Ministério da Saúde contabilizou em 2010, mais de 17 mil óbitos associados ao álcool e cerca de 12% dos adultos brasileiros estão dependentes da bebida. No mundo, são 2,5 milhões de vítimas por ano, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Número maior do que as mortes por AIDS, malária ou tuberculose. A ingestão de substâncias alcoólicas já se constituiu um problema de saúde pública. E mais do que isso, já se tornou uma doença crônica. E não temos exemplo das autoridades governamentais, mesmo porque boa parte (para não dizer a maior parte) delas engrossam as estatísticas acima. A grande desculpa daqueles que apoiam o vício da bebida é afirmar que consomem uma "droga lícita" e que o fazem "socialmente" e, por isso, não há problema nisso. E mais, nunca admitem serem   considerados alcoólatras. Esquecem, no entanto, que o álcool, hoje, traz prejuízos incalculáveis ao indivíduo, à família e à sociedade. Onera os cofres públicos na medida que o governo tem de bancar através da saúde pública o atendimento às vítimas e, também, pela via previdenciária, conceder os benefícios previstos em lei. Lamentavelmente, porém, é termos que anotar um outro fator negativo nessa estatística: pessoas tidas como "crentes", "evangélicos", membros de igrejas, estão cedendo terreno a ponto de se deixarem influenciar por essa nefasta prática e, assim, aderindo ao vício da "bebedeira". É um vinhosinho hoje, outro amanhã; é uma cervejinha hoje, outra depois. E assim vai, com a mente cauterizada se contaminando com as "iguarias do rei." A bíblia, palavra de Deus; regra de fé e prática para os verdadeiros cristãos, por sua vez, não faz restrições diretas ao consumo do álcool. Condena, porém, a embriaguez - consumo excessivo do álcool. Quer dizer que o consumo moderado é permitido. Precisamos entender, porém, o momento grave que estamos vivendo. Esse mal (droga do álcool) tem dizimado milhares de famílias pelo Brasil. Brigas, intrigas, assassinatos, divórcios, na maioria das vezes têm sido o resultado  da prática do consumo do álcool. Graves acidentes automobilísticos, com  mutilações e mortes, indicam que somos uma nação sem controle. Muitas de nossas autoridades bebem e dirigem seus veículos num péssimo exemplo para toda a nação. Pais e mães se embebedam na presença dos filhos. Filhos ainda adolescentes já se enveredam na droga do álcool e, o que é pior, com a conveniência dos pais. Sejamos sinceros, o medo já faz parte do nosso cotidiano quando pegamos a estrada para viajar. Já não sabemos se teremos à frente um "bêbado" no volante a nos causar um prejuízo. A bíblia nos fala do propósito de Deus para nossas vidas: reconciliar o ser humano, libertando-o de todas as coisas que o escravizam. O vinho é escarnecedor, bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio. O álcool é uma droga como qualquer outra. Essa droga mata, deforma o caráter e o físico. Por isso, a abstinência é o melhor remédio para esse mal. Afinal, DROGA por DROGA, seja ela "lícita" ou "ilícita", é uma DROGA. E que Deus tenha misericórdia de todos nós e da nossa nação brasileira.