domingo, 13 de janeiro de 2013

Erosão na pista

A-27 buttonHá poucos dias, em viagem a uma pequena cidade do interior de Goiás, ainda próximo à capital, pude notar umas placas de sinalização com a seguinte expressão " Erosão ao longo da pista". Referidas placas, bem formatadas e produzidas em excelente material, me chamaram à atenção ao que, para mim mesmo, passei a fazer a seguinte pergunta: "por que é que ao invés de produzirem e instalarem placas assim, não promovem a recuperação da rodovia tapando os buracos deixados pela erosão?". Concluí, por conseguinte, que o órgão competente para promover a recuperação daquela rodovia, na pessoa de seus responsáveis, não pretendia, tão logo, promover os reparos. Sim assim o fosse, não investiria na produção e instalação de placas tão duradouras como as que vi às margens daquela pista. Pude notar, finalmente, que pode haver uma íntima comparação dessa história com a história do homem pecador. Vejam que a Bíblia diz que o pecado é algo muito perigoso na vida de qualquer ser humano. Se não tratado com o antídoto eficiente pode cauterizar-se e trazer sérias consequências, inclusive a morte. "O salário do pecado é a morte...."(Rm 6:23). Nos nossos relacionamentos, por exemplo, quando há uma pequena ruptura não tratada, a tendência é que logo se estenda para outras e outras até que tenhamos de instalar placas de sinalização dando conta haver "erosão ao longo da vida". Não podemos deixar que os pequenos pecados tomem conta do nosso coração, antes, o curemos, seguindo o ensino bíblico que diz: "Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo." A exortação de Paulo, aqui, diz respeito à santidade que devemos buscar a cada momento da vida. Um pecado cometido hoje não pode ser deixado para ser tratado amanhã. Por isso, não instalemos placas de sinalização na nossa vida cristã com dizeres que poderiam ser traduzidos assim: "pecado ao longo da vida". Isso seria o mesmo que sinalizar o não interesse de não se submeter à cura ou transformação oferecida por Jesus. Ao contrário, aquele que busca o caminho da santidade sabe que a solução está em Jesus. Foi por isso que o apóstolo João assim escreveu: "Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro."(I João 2: 1-2). Nossa vida pressupõe uma jornada a percorrer e se quisermos chegar ao final desta jornada com segurança, temos que cuidar para que andemos em constante santificação. O caminho seguro é Jesus. E que Deus tenha misericórdia de nós. Pb. Hely