terça-feira, 10 de julho de 2012

CRENTES MAS CONSCIENTES

JOHN STOTT, no seu livro "Crer é também Pensar", dedica relevante espaço para realçar que fomos "Criados para Pensar". É verdade! Fomos criados à imagem e semelhança de Deus, temos um cérebro e uma mente fértil, altamente sofisticados que nem mesmo a ciência conseguiu penetrar. Por isso, muito mais responsabilidade pesa sobre nós, a  coroa de todas as obras da criação. Somos, portanto, conscientes de que somos falhos e míseros pecadores e, assim, dependemos da graça e misericórdia do Deus da Criação. Não cremos cegamente num "deus", mas somos cônscios da grandeza e perfeição do Deus a quem servimos. Se somos pecadores, temos, por outro lado, a convicção de que Deus nos renova as mentes de forma contínua e abençoada. Somos controlados pela ação gloriosa do Espírito de Deus que habita em nós.

 


         


                          Você já pensou nisso?



Pb. Hely