segunda-feira, 27 de maio de 2013

Há tempo para tudo

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer;  tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz."  (Eclesiastes 3:1-8)

Tenho em minha casa algumas plantas. Dentre elas, a linda orquídea que ilustra este texto. Linda! Esplêndida! Não há quem chegue em minha casa que não a perceba ou expresse algum comentário sobre ela. Mas o que me chama atenção ao acompanhar o desenvolvimento da linda orquídea é o tempo de duração de suas pétalas, desde o seu nascimento (desabrochar) até sua morte (queda). O exemplar ilustrativo contará com dez lindas flores, sendo que sete já se fazem notórias, enquanto três últimas estão em desenvolvimento. Vejo nisso a sabedoria e perfeição da criação de Deus. No devido tempo cada flor se desabrocha, uma por uma. Depois, uma a uma, exatamente na ordem cronológica fenece lentamente. Sob esta observação, lembrei-me do texto bíblico acima impresso para tirar uma importante lição: há tempo para tudo. Somos como a orquídea em destaque. Somos gestados e no tempo certo vimos ao mundo e aqui experimentamos várias situações até que de forma progressiva terminamos os nossos dias. Cronologicamente vão se passando as gerações. Resta-nos aproveitar muito bem as oportunidades que Deus nos dá ao longo da vida. Amemos-nos uns aos outros porque poderá chegar um dia que não teremos as pessoas amadas e queridas diante de nós. E que Deus possa nos dar sabedoria para isso. Pb  Hely